12 maneiras que você está sabotando o seu casamento sem perceber

Tempo de leitura: 5 minutos

Observe as 12 coisas que pode indicar o que há de errado na sua relação e você não estava conseguindo perceber.

Muitas pessoas que casam, e logo se separam, culpam o ex-cônjuge pelas falhas no casamento, sendo que elas são as principais pessoas a sabotarem suas relações, não estão dispostas a cederem e a se adaptarem às necessidades da relação.

  • Observe as 12 maneiras de sabotar o casamento sem perceber:
  • 1. Falta de respeito

    O respeito é a base de toda relação, sendo assim, palavras duras, descaso, grosserias, são como veneno para matar o respeito dentro do casamento.

    Tudo o que você escolhe oferecer na relação, você irá receber de volta, se quer grosserias, continue com palavras torpes, mas, se deseja palavras gentis, comece a tratar seu cônjuge com bondade e gentileza. Se você deseja ser respeitado, primeiro precisa analisar como você está tratando seu cônjuge.

  • 2. Agressividade

    A pessoa que usa de agressividade na relação, não está somente sabotando sua relação como também está demonstrando o quanto é covarde e ausente de amor, porque aquele que ama irá proteger e cuidar. Não importa quais sejam as duras lições do casamento, o cônjuge que ama nunca irá machucar sua parceira.

  • 3. Discórdia

    Sabe-se que o casal possui suas particularidades, e isso não deveria separá-los e sim, completá-los, se ambos tivessem o mesmo objetivo.

    Cuidado! A discórdia é a chave que abre a porta da violência, portanto, é preciso muito cuidado para não alimentar a discórdia no lar.

  • 4. Orgulho

    Se tem uma ferramenta que destrói qualquer tipo de relação, é o orgulho. Ele tem o poder de contaminar o que há de mais belo e puro nas famílias, porque a pessoa orgulhosa quer sempre estar certa, nunca cede e sente prazer em humilhar, mesmo que seja a pessoa amada.

    Para o orgulhoso ganhar vantagem ou estar certo é mais importante que ser feliz ou fazer o cônjuge feliz.

  • 5. Desprezo

    Às vezes, deixar o cônjuge por um tempo sozinho para repensar suas atitudes, até faz bem. Entretanto, puni-lo por um longo prazo é um exagero, pois toda relação é feita de altos e baixos e, assim como ele falhou, você também irá falhar, portanto, use de bondade e perdão no seu casamento.

  • 6. Fuga das responsabilidades

    Tudo na vida é para nosso crescimento e o casamento é como uma escola que prepara as pessoas para tudo isso. O problema é que as adaptações precisam vir do cônjuge individualmente, e muitos não estão preparados ou dispostos a passar por elas. Bastou a primeira dificuldade para que um dos cônjuges empurre o problema para o outro, fugindo de suas responsabilidades.

    O casamento requer adaptações, muito amor, comprometimento e sacrifícios, pois a vida a dois é feita de responsabilidades e desafios constantes que exigem a participação do casal para superá-los.

  • 7. Mentiras

    A mentira é um mal antigo que corrói as relações, ela pode ser comparada ao cupim que destrói a madeira. Assim como o cupim é inimigo da madeira, assim é a mentira inimiga do casamento.

    O amor não tolera a mentira, por mais que o cônjuge lhe ame, se houver mentiras, essa relação irá se desgastar e com o tempo não sobrará mais nada.

    Quem escolhe o caminho da mentira, já se desviou da estrada do amor.

  • 8. Infantilidade

    Casamento requer maturidade, as coisas que foram feitas na adolescência e na vida de solteiro devem ficar no passado. É preciso crescer e abandonar as “coisas de menino”.

    A casa dos pais estará sempre aberta para ser visitada, aprenda a resolver seus desafios com seu cônjuge e permita que seus pais vivam a vida deles. Eles já cumpriram com a responsabilidade de criá-lo, agora cumpra você seu papel de marido ou esposa.

  • 9. Traições

    Algumas vezes, somos atraídos pela aparência e outras vezes nos apaixonamos pelo caráter, com o tempo desenvolvemos afeição pelas particularidades e aprendemos amar o pacote todo: atração, caráter e particularidades.

    Entretanto, com o tempo a atração diminui e o pacote dá uma esvaziada, quando isso ocorre, alguns se acham no direito de se aventurarem, isso causa um dano, às vezes até irreparável, em muitos casamentos.

    Quando penso em casamento, a primeira lembrança que me vem à cabeça é que o casamento é para os preparados, pois é um voto sagrado, só se deve assumi-lo quem estiver apto para honrar com esse voto.

  • 10. Culpa

    Tudo o que acontece de ruim na relação é culpa do cônjuge, sendo que as decisões são tomadas a dois e ambos comprometeram-se a superar todas as coisas juntos.

    Se você quer salvar seu casamento está na hora de enfrentar o verdadeiro responsável por suas frustrações, você se encontra com ele todos os dias em frente ao espelho.

    Assumir sua culpa diante das falhas é mostrar maturidade e, principalmente, demonstra que você tem coragem e respeito pelo cônjuge.

  • 11. Manipular

    A pessoa que manipula o cônjuge está o matando aos poucos, pois tira dele o direito de escolha, rouba dele sua própria vida, amigos, família e desejos.

    Geralmente, as pessoas não vivem muito tempo ao lado de um manipulador, pois eles sufocam e destroem tudo.

  • 12. Ausência

    Atualmente, encontramos casas cheias e lares vazios, a mãe no celular, o pai no computador, filhos na internet, as palavras são escritas por mensagens de celular: “Fulano, desce que o almoço tá pronto”, “Mulher, lavou minha camiseta do jogo?” É vergonhoso!

    Outra ausência, além das palavras, está nos gestos de carinho do casal, noites de amores “duas vezes ao ano. ”

    O casamento é a união de duas pessoas, e não apenas de uma. A família precisa se comunicar, através das palavras ditas e não escritas dentro dos lares. O casal precisa cuidar um do outro e amar um ao outro. O sexo dentro do casamento é fundamental!

    por: Roberta Preto

Dê sua opinião!

comentário(s)